AJUDE A MANTER O BLOG, CLIQUE NAS PROPAGANDAS

Honda abre inscrições para o Jovens Talentos

Programa tem 15 vagas de estágios e 18 de trainee nas unidades de São Paulo, Sumaré e Recife.
A Honda abre inscrições para o Programa Jovens Talentos 2014 e oferece 15 vagas de estágio e 18 de trainee para suas unidades de São Paulo, Sumaré (SP) e Recife (PE). Neste ano, como novidade, há três vagas do International Trainee para os interessados em atuar na matriz, no Japão.
Todos os candidatos devem ter domínio da língua inglesa. As inscrições para o processo seletivo vão até 30 de setembro e podem ser feitas pelo site www.honda.com.br/jovenstalentos , que também traz informações detalhadas sobre o Programa. Os escolhidos iniciarão as atividades em janeiro de 2014. Receberão salário e benefícios compatíveis com o mercado.

No programa de estágio, com duração de um a dois anos, cada jovem receberá, entre outras atividades, treinamentos voltados à cultura e métodos de trabalho Honda, como administração de tempo, negociação e técnicas de apresentação, além de ter a oportunidade de desenvolver e apresentar um projeto de melhoria alinhado aos objetivos da empresa.
O candidato deve estar cursando uma das disciplinas abaixo, com data de conclusão entre dezembro de 2014 e dezembro 2015, e ter nível avançado de inglês. O processo seletivo será feito em quatro etapas, que envolvem testes de inglês, português e raciocínio lógico, dinâmica de grupo, painel e entrevistas com gestor e RH da empresa.
As vagas de estágio são voltadas a estudantes de Administração, Ciências Contábeis, Comunicação Social, Contabilidade, Economia, Engenharias Eletrônica, Elétrica, Industrial, Mecânica, Mecatrônica e de Produção, Marketing, Pedagogia, Psicologia, Publicidade e Propaganda, Sistemas de Informação e Tecnologia da Informação.
Já o programa de trainee dura 18 meses e será dividido em três etapas, que proporcionam a oportunidade de conhecer de perto as principais atividades e estratégias da empresa, percorrendo as áreas administrativas, comerciais, técnicas, pesquisa e desenvolvimento, serviços e a fábrica de automóveis em Sumaré.
O trainee cumprirá três meses de job rotation entre as principais áreas do negócio, nove meses de job rotation na própria área de atuação e seis meses de desenvolvimento de projeto estratégico alocado na área final. As áreas de atuação dos trainees são desenvolvimento de produtos, qualidade, produção, compras (análise e desenvolvimento de fornecedores), recursos humanos, administrativa, marketing e tecnologia da informação.
Para participar, o candidato precisa ter-se formado entre dezembro de 2011 e dezembro de 2013, além do dominar a língua inglesa. O processo seletivo será feito em quatro etapas, que envolvem testes de inglês, português e raciocínio lógico, dinâmica de grupo, painel e entrevistas com gestor e RH da empresa.
No caso das três vagas de trainee internacional, a primeira fase do programa será feita no Brasil para imersão nos negócios da empresa. A segunda etapa será uma integração na Honda Motor, no Japão, que oferecerá todo o apoio para adaptação dos trainees à nova cultura e idioma. O terceiro estágio será na linha de produção da matriz, para melhor compreensão da cultura japonesa e origens da Honda. Ao fim dos treinamentos, eles poderão realizar a rotina normal de trabalho e aplicar os conhecimentos adquiridos na integração em novos projetos.
Os jovens trabalharão na Honda Motor do Japão por tempo indeterminado. Para participar, o candidato precisa ter formação entre dezembro de 2011 e dezembro de 2013 nos cursos de Administração, Comunicação Social, Engenharia e Ciências da Computação/TI e domínio da língua inglesa. O processo seletivo será feito em quatro etapas que envolvem testes de inglês, português e raciocínio lógico, dinâmica de grupo, painel e entrevistas com gestor e RH da empresa.


http://www.automotivebusiness.com.br/



Inscrições para Trainee Basf seguem até 17/9

Ao todo estão sendo ofertadas 22 vagas para as cidades de Guaratinguetá, São Bernardo do Campo e São Paulo

A empresa química Basf está com inscrições abertas para seu Programa de Trainee 2014. Ao todo estão sendo ofertadas 22 vagas para as cidades de Guaratinguetá, São Bernardo do Campo e São Paulo. Para a edição de 2014, o programa está divido em duas vertentes: Trainee Industry e Programa Trainee Office.
Poderão participar do módulo “Office” profissionais das áreas de engenharia, administração, economia, química e afins. Com duração de 18 meses, o programa oferecerá possibilidade de treinamentos especial de uma semana na sede da empresa na Alemanha. As inscrições se encerram em 17 de setembro.
Já o Trainee Industry, será direcionado a engenheiros e objetiva a formação de líderes para áreas técnicas estratégicas da Basf. O programa terá duração de 24 meses e assim como o módulo Office proporcionará treinamento de 45 dias na na matriz em Ludwigshafen.
Os interessados em concorrer às vagas deverão possuir graduação, mestrado ou doutorado entre o período de dezembro d e 2011 e dezembro de 2013 nas áreas de Engenharias (todas as modalidades), Química, Biologia, Agronomia (especializações em Fruticultura e áreas afins), Zootecnia, Farmácia, Administração de Empresas, Economia, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis e Marketing.
O programa será organizado com base numa metodologia prático-conceitual. Nesse sentido, os trainees passarão por um plano de job rotation, desenvolvimento e implementação de projeto multidisciplinar de alto impacto, treinamento de gestão de projetos
Entre os benefícios oferecidos pela empresa estão assistência Médica e Odontológica, vale-refeição, convênio com FIA e FGV para MBA consorciado com desconto e programa de participação de resultados.
O processo seletivo será composto de testes de lógica, inglês, competências e valores, bem como duas etapas presenciais.
Para mais informações sobre a seleção, acesse o Site da Basf.


Dilma: Indústria naval do País será ‘uma das maiores’


Dilma: Indústria naval do País será ‘uma das maiores’
Em visita às obras da plataforma P-74 no estaleiro Inhaúma, na zona portuária do Rio, a presidente Dilma Rousseff lembrou, em discurso aos operários, que o estaleiro irá construir também a P-75, P-76 e P-77. Se dizendo emocionada de ver a retomada da indústria naval, ela declarou que a política do governo resultou na multiplicação dos empregos no setor. “O resultado dessa luta é de que de quase 2 mil empregos em 2003, hoje os estaleiros chegam a ter quase 70 mil empregos”, disse Dilma, afirmando que a indústria naval brasileira será “uma das maiores do mundo”.
“O que eu vejo hoje aqui mais uma vez foi o acerto da decisão e da luta para que construíssemos o que fosse possível aqui no Brasil e acreditássemos na qualidade do trabalhador. Que tinham capacidade de criar riqueza, produzir plataforma, sonda, tudo aquilo que a indústria de petróleo e gás tinha poder de consumir, de demandar. (…)Chegamos onde chegamos porque tivemos a capacidade de confiar em nós. Sobretudo nos trabalhadores desse País”, disse Dilma, afirmando que, antes, era o Japão, Coreia e Cingapura que se beneficiavam com as encomendas navais brasileiras.